quarta-feira, 18 de julho de 2012

E de repente deu saudade de tanta saudade.





Ontem quando fui deitar olhei pro lado e não vi você, e de repente como um baque sua ausência veio a tona, e então eu comecei a recordar todos os momentos que passamos juntos, aqueles de desespero que quase nos fez chorar e que agora me faz rir, aqueles bons, e aqueles que aos olhos de outros não tem importância, mas pra mim ? ah pra mim tem e muita. To com saudade de um riso fácil, de um carinho, de um olhar de repreensão to com saudade da sua voz " Môoo você ainda não dormiu ? " não eu não dormi, fiquei aqui lembrando o seu timbre e os seus traços fiquei aqui imaginando como teria sido ?.  " Ciúmes é um sentimento afeminado, e só quem sente é mulher e viado " ainda posso te ouvir dizendo isso. Foi tudo tão rápido que de algum jeito, sua partida só faz sentido agora e então me promete que vai se cuidar ? que vai beber água mesmo quando não estiver com vontade, que não vai ficar andando de carro tarde da noite, e que vai parar de roer unha ?. Eu sinto a sua falta a cada batida que meu coração dá, talvez mas só talvez seja melhor assim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário